Resenha: "Contando Estrelas"

Título: Contando Estrelas
Autora: Luciane Rangel
Editora: Qualis
Páginas: 264
Skoob

Sinopse: A ideia de um trabalho voluntário nunca passou pela cabeça de Elisa. Na verdade, era algo que ela jamais faria, não fosse essa uma exigência louca de uma das professoras da escola. O trabalho em dupla poderia ter sido com uma de suas amigas ou com o lindo do Miguel... Mas quis o destino, e o sorteio feito pelas mãos da professora, que o escolhido para ser seu par fosse o aluno novato da turma, um sujeito meio esquisito, calado, e que passava os intervalos das aulas no estranho hobby de dobrar estrelas de papel, como se elas tivessem algum significado.
Mal sabia ela que o trabalho realizado em um hospital infantil, junto à companhia do “esquisitão”, fosse acrescentar muito mais à sua vida do que as aulas do colégio. Ele parecia enxergar nas pessoas muito além do que olhos comuns poderiam ver, e suas estrelas pareciam fazer parte de algo maior do que um simples hobby. Algum tipo de missão, um tanto quanto mágica, que ela não era capaz de imaginar e que poderia tanto lhe trazer redenção quanto um coração partido.
Elisa jamais imaginaria que surgiriam sentimentos com relação àquele garoto que tanto lhe intrigava.

Por Beatriz Guimarães

"- Sabe menina? Nem sempre nós sabemos o que é melhor para as nossas vidas. Mas tudo fica mais fácil quando você passa a enxergar o mundo com outros olhos."

Elisa é uma menina de família rica, que gosta de aproveitar tudo de bom que o dinheiro pode proporcionar. Estudo em um bom colégio é a mais inteligente das suas duas amigas, e da escola também. Quando Fábio, um aluno novo que adora andar todo desleixado, vira seu par em um trabalho voluntário da escola Elisa, a princípio, acha que isso não pode dar certo, mas a convivência acaba mostrando para ela coisas que naquele mundinho fechado Elisa não conseguir perceber.

"Olhei para baixo e me deparei com um garotinho de uns quatro ou cinco anos. Roupinha de hospital, cabeça raspada, corpo bem magro... e um inusitado sorriso entre os lábios. Aquilo fez meu coração se apertar como nunca antes. Aquele era o sorriso mais sincero que eu já tinha recebido em toda a minha vida."


Assim que essa capa saiu eu fiquei apaixonada, e na Bienal eu o garanti. A capa retrata aquilo que é o livro, fofo que te encanta logo de início. Logo nas primeiras páginas eu já estava totalmente envolvida pela história e terminei depois de algumas horas.

Elisa de inicio é uma personagem fútil, portanto difícil de gostar, claro que ela não muda de uma hora para outra, tem todo um processo, e um dos pontos positivos é observar esse processo e perceber o quanto essa personagem conseguiu mudar. Fábio é uma das maravilhas do livro desde o começa, um personagem simples, mas que trás uma lição linda.

É uma história que mostra que a felicidade está nas coisas mais simples, que devemos ajudar sem esperar nada em troca, essa recompensa vem com o tempo da melhor forma possível, as vezes é importante você olhar para si próprio é perceber a importância de algumas mudanças, e como leitora eu tive esse percepção com a minha pessoa.

"- Mas é exatamente o que isso é. Não é de todo errado ter defeitos, porque isso todo ser humano tem. É acessório de fábrica. Errado é não tentar melhorá-los."

Como já disse li o livro em horas, teve algumas lágrimas, algumas risadas e também lições para se levar, é um ótimo livro para qualquer pessoa, vai muito além do romance, que eu torci bastante, te deixa com aquela sensação boa quando termina de felicidade.

A edição está belíssima, além dessa capa a cada início de capítulo vem com alguns detalhes. Segundo livro que eu termino da Luciane, e o segundo que eu adorei, terminei esse querendo virar uma contadora de estrelas. Leia o livro para entender.

Onde Comprar


Resenha: "Não Me Esqueças"

Título: Não Me Esqueças
Autora: Babi A. Sette
Páginas: 350
Editora: Verus
Skoob

Sinopse: Em um cenário de contos de fadas, Babi A. Sette convida o leitor a mergulhar em um mundo novo, repleto do encantamento que somente um amor de almas gêmeas pode realizar
Aos vinte e um anos, Lizzie deveria estar empenhada em fisgar um noivo e finalmente se casar. Entretanto, após uma decepção amorosa, o coração da jovem só palpita por sua grande paixão — os estudos sobre o povo e a cultura celtas. Esse interesse faz com que ela troque os concorridos salões de baile de Londres pelas estradas desertas e sinuosas das Highlands escocesas. 
Ali, ela conhecerá Gareth, o enigmático líder do clã que vive no local mais remoto e bucólico da Escócia. Envolto em uma aura de mistério, ele luta para manter suas tradições, seus segredos e, principalmente, seu povo em segurança.
Enquanto o austero Gareth tem a vida toda sob controle e resiste a mudanças, Lizzie está muito entusiasmada com suas explorações e descobertas. Porém a vida de ambos é alterada de maneira inexorável quando uma fatalidade transforma a tão sonhada aventura de Lizzie em pesadelo.
Vindos de mundos tão diferentes, mas unidos por uma atração irresistível, Lizzie e Gareth vivem uma paixão proibida e desafiadora, sem saber que finalmente poderão encontrar aquilo que só ousavam buscar em sonhos.

Por Beatriz Guimarães

Não Me Esqueças vai contar a história de Elizabeth, ou Lizzie, filha de Kathelyn e Arthur casal do livro "A Promessa da Rosa".

Lizzie tem uma paixão pela cultura celta, depois de uma desilusão amorosa os estudos sobre essa cultura viram seu foco total, mesmo algumas pessoas insistindo que ela precisa de um marido o casamento se tornou uma coisa bem distante dos seus sonhos.

Ansiosa para aprofundar esses estudos Lizzie consegue convencer seu pai que uma viajem para a Escócia é a melhor opção para ela conhecer novas pessoas. O que Lizzie não esperava era conhecer Gareth, um homem que se esconde nas sombras, tem como fiel amigo um cachorro que lembra muito um lobo, e que a faz sentir que nenhum homem até então a tinha feito sentir, faz Lizzie refletir e querer dar uma segunda oportunidade para amor.

Eu estava bem ansiosa para começar essa leitura, acompanho a Babi nas redes sociais então já sabia de alguns detalhes sobre a história. Quando eu finalmente consegui ler foi uma viagem incrível que o livro me levou. Sou fã do livro "A Viajante do Tempo" foi nele que a minha paixão por escocês surgiu "Não Me Esqueças" me trás muitas coisas que eu aprendi com esse livro e me trouxe outras novas, mostrando o trabalho de pesquisa que a Babi não poupou para escrever essa história.

Os personagens, como sempre, são incríveis. Eu adorei rever os mais conhecidos e me apaixonar pelos novos. Lizzie é uma mulher que está a frente de seu tempo e em grande parte do livro mostra isso com várias atitudes, já Gareth é um homem que por mais irritante que ele possa ser no início é impossível não se apaixonar por ele depois de descobrir sua história. Que homem maravilhoso.

A história tem além do romance tem uma pitada de mistério que a autora encaixar tudo com perfeição em um final perfeito. As ultimas 50 páginas foram bem difíceis de ler, mas não por serem ruins, mas porque eu estava chorando tanto que fiquei com medo de molhar as páginas, nesse momento eu já estava tão envolvida pela história que qualquer coisa já estava me tocando profundamente. Leiam tranquilos, temos um final feliz no final.

Uma história linda que merece ser lida por todos, Lizzie e Gareth são apaixonante, impossível não se emocionar com toda a jornada desses dois, cada obstáculo que eles ultrapassam para ficar juntos, até o encaixe perfeito para o título do livro. Babi parabéns, e já quero o próximo.


Resenha: "Livie e Téo"

Título: Livie e Téo
Autora: Thays M. de Lima
Páginas: 96

Sinopse: Há dois anos, Téo nutre uma paixão platônica por sua melhor amiga Livie, mas ela nem se dá conta disso, pois namora o garoto mais popular da faculdade e o vê apenas como seu amigo inseparável.
Como se não bastasse isso, Téo vem de uma família pobre, mas nunca desanimou diante das dificuldades. Lutou com muita perseverança, coragem e determinação, principalmente para ser alguém na vida. Com muito esforço e dedicação, conseguiu entrar em primeiro lugar numa das maiores faculdades públicas da cidade.
Completamente o oposto de Livie, que é filha do prefeito e tem o mundo aos seus pés. No entanto, a jovem nem imagina que sua vida mudará drasticamente devido a um evento inusitado, que colocará a amizade entre eles à prova.
Será que a amizade — e quem sabe o amor — é capaz de uní-los diante das adversidades?

Por Beatriz Guimarães

"Não importa quantos amores você viva, nem quantas pessoas passarão pela sua vida, porque, na verdade, o amor que mais te marcará será o primeiro e o último. E o primeiro amor deixa marcas irreversíveis, sejam elas boas ou não."

Téo é um garoto de família humilde que perdeu o pai muito cedo, e sempre ajudou sua mãe nas contas de casa. Ele tem um amor platônico pela sua melhor amiga Livie, mas além dela já ter um namorado, Téo se acha inferior a ela, já que vem de família pobre e ela é filha do prefeito da cidade.

Depois de um acontecimento envolvendo Livie, a oportunidade de se declarar aparece, mas a situação e a insegurança de Téo é posto a prova.


Sempre que leio histórias curtas eu fico com a impressão de que faltou alguma coisa, estava preparada para sentir isso quando terminasse esse livro, mas isso não aconteceu, muito pelo contrário, a história é toda fechadinha e perfeita. Eu já tinha lido em e-book, mas assim que peguei ele em físico tive que da uma relida.

"Livie sempre me chama de Superman, ela diz que quando toco sou outra pessoa. E não pelo fato de eu usar lentes ao invés de óculos quando me apresento, ela diz que minha voz é capaz de alcançar qualquer coração partido e lhe trazer paz."

Em um livro com menos de 100 páginas, Thays conseguiu colocar tudo que eu adoro em um romance, na medida certa, e ainda fazer um mocinho que faz qualquer uma suspirar.

Como é um livro pequeno as coisas não demoram muito para acontecer, isso ajudou muito na leitura, as coisas foram acontecendo naturalmente, e no final você está apaixonada pela história.

Além do maravilhoso Téo, temos a Livie que em uma situação muito difícil tem que aprender a seguir com a vida, o melhor amigo de Téo, Gabriel, também é um ponto a ser falando, adorei ele. Também adorei a aparição de personagens de outros livros nessa história.

"- Livie, nunca mais diga isso, você é tudo que eu mais quero e preciso. Você não é metade da Livie de antes. Você é ela por inteiro. E eu amo cada pedacinho dela."

Está querendo ler aquele livro para aquecer o coração, eu indico esse, vem compartilhar esse amor pelo Téo junto comigo. A autora comentou sobre um livro do Gabriel sair futuramente, estou torcendo para isso.

Onde Comprar
E-book: Amazon


Resenha: "Rainha"

Título: Rainha
Autora: Mari Scotti
Páginas: 416
Série: Neblina e Escuridão
Skoob

Sinopse: A morte de um ente querido pode desestruturar famílias e uma matilha. Ellene não sabe como superar suas perdas, principalmente agora que não tem mais como recorrer a Milosh. Encontrar a rainha dos vampiros era a sua missão, mas jamais imaginou se sentir tão perdida em conhecer sua verdadeira origem. 
Os vampiros desconfiam que Elizabeth III não é quem diz ser, e, se ela não provar sua real identidade, seu reinado padecerá. O reino dos vampiros está ameaçado; os traidores, mais perto do que se imagina. Amigos não são aliados. Então lhes resta lutar pelo trono e pelo futuro do reinado de Elizabeth.

Por Beatriz Guimarães

A rainha Elizabeth está de volta, depois de tanto tempo desaparecida ela tem que reaprender a viver nos dias de hoje. Mas esse retorno também trás vários inimigos, como a falsa rainha que está no seu lugar e principalmente com seu sequestrador ainda a solta. Mas agora vampiros e lobisomens estão juntos para combater esse mau.

Ellene e Milosh precisam aprender a esconder os sentimentos que um sente pelo outro, já que Elizabeth voltou não só para assumir o trono, como o lugar de mulher de Milosh. Apesar de tentarem se manter afastados, os dois  não conseguem esconder o que sentem, já que o amor que o vampiro sentia por sua mulher se esvaiu, e ele parece ser presença constante nos pensamentos de Ellene.

Dois anos depois finalmente temos o desfecho dessa história, e muitos mistérios e segredos rondam esse último livro.

Como o próprio nome diz é o livro da rainha Elizabeth, o foco nela é bem grande por causa de todas as questões que a envolvem, seja nas decisões dentro da corte ou amorosas, ela acaba ganhando importância de alguma forma.

Apesar desse enfoque outros personagens não ficam de fora, apesar de pequena, Jacô e Caroline tem sua participação, Tomas apareceu de uma forma que eu não esperava, foi uma surpresa a forma como a história dele se desenrolou, e claro, Ellene e Milosh, os personagens que amamos desde o início dessa história e que também torcemos desde o início.

Eu demorei um pouco para avançar na história, mas isso foi por que eu não lembrava de algumas coisas, tive que da uma vasculhada nos livro anteriores, mas assim que tudo começou a voltar a leitura ficou bem mais rápida, a história em si ajudou muito, do meio para o final o livro fica frenético com acontecimentos que muitas vezes podem te enganar, e quando você pensa que é uma coisa, a autora vai lá e te surpreende.

Mari nesse livro mistura muito bem as cenas de batalha com as de romance, cada uma a seu tempo já que muitos casais são formados no livro. As cenas de batalha são muito bem escritas com detalhes que não faz o leitor se perder, adoro quando isso acontece.

O desfecho da história é digno, as pontas foram fechadas, segredos revelados, em minha opinião Mari entregou o que eu esperava e muito mais, a espera valeu cada minuto para ler essas páginas. Parabéns Mari, espero ler muitos outros livros assim.


Resenha: "Inventei Você?"

Título: Inventei Você?
Autora: Francesca Zappia
Páginas: 346
Editora: Verus
Skoob

Sinopse: Alex está no último ano do ensino médio e trava uma batalha diária para diferenciar realidade de ilusão. Armada com uma atitude implacável, sua máquina fotográfica, uma Bola 8 Mágica e sua única aliada — a irmã mais nova —, ela declara guerra contra sua esquizofrenia, determinada a permanecer sã o suficiente para entrar na faculdade. 
E Alex está bem otimista com suas chances, até se deparar com Miles. Será mesmo aquele garoto de olhos azuis com quem ela compartilhou um momento marcante no passado? Mas ele não tinha sido produto da sua imaginação? 
Antes que possa perceber, Alex está fazendo amigos, indo a festas, se apaixonando e experimentando todos os ritos de passagem tipicamente adolescentes. O problema é que ela não está preparada para ser normal. 
Engraçado, provocativo e emocionante, com sua protagonista nada confiável, Inventei você? vai fazer os leitores virarem as páginas alucinadamente, tentando decifrar o que é real e o que é invenção de Alex.

Por Beatriz Guimarães

Depois de um episodio envolvendo lagostas e um garoto de olhos azuis Alex descobre que tem esquizofrenia. Depois disso a vida dela é um grande ponto de interrogação para conseguir diferenciar a realidade da ilusão, mas ela está disposta a conseguir superar isso.

"Eu não entendia. Ele tinha vindo diretamente dos meus delírios, mas ali estava ele. Miles estava em cima da linha que dividia o meu mundo do mundo das outras pessoas, eu não gostava disso."

Começando o último ano em uma escola nova, Alex tem o sonho de conseguir entrar em uma faculdade, e nessa jornada ela tem a ajuda de sua câmera e uma bola 8 mágica. Em meio a toda essa novidade, e a oportunidade de finalmente ter amigos, uma coisa chama a atenção de Alex, um par de olhos azuis inesquecíveis, que a fazem ficar mais confusa, já que para ela aquele dia foi tudo fruto da sua cabeça. Resta para Alex saber em que acreditar.

"- Tive uma semana ruim um tempo atrás - eu disse, finalmente - , quando estava na Hillpark. Eu fugi de casa à noite porque, sabe, achei que os comunistas iam me sequestrar. Vim até aqui gritando feito louca. Acho que assustei alguns maconheiros. Meus pais me encontraram dormindo debaixo da ponte na manhã seguinte. Ficaram morrendo de vergonha.
- Porque você dormiu debaixo da ponte? "Morrendo de vergonha" não é a expressão que eu usaria.
- Eu estava pelada."


Confesso que tinha expectativas para esse livro sim, mas não esperava que elas fossem se superar tanto. É o primeiro livro sobre esquizofrenia que eu leio, então não posso comparar com outros, mas a forma como a autora colocou o assunto nas páginas é impossível não se envolver.

Alex não é uma personagem muito confiável, já que nem você sabe o que é realmente realidade na história, o que sobra, é junto com a personagem, tentar decifrar tudo. A autora soube escrever sobre essa confusão tão bem que coisas que eu dava como certas não final não eram. Muitas surpresas na final do livro.

"- Então você não acha que é assustadora? A minha esquizofrenia?
- Isso seria idiota."

Apesar de o livro ser sobre uma personagem com esquizofrenia, ele também é sobre uma garota que quer se adaptar, ter amigos, sair, ter uma vida normal apesar de tudo, e é incrível como Alex está disposta a tudo isso.

O livro não seria essa maravilha sem Miles, Tucker, Jetta, Art e alguns outros, sejam eles mocinhos ou vilões dentro da história, cada atitude deles serviram para que, de alguma forma, engrandecesse o livro.

"Eu iria aproveitar a adrenalina desta noite mesmo que ela me matasse. Eu queria ser uma adolescente. Queria sair de fininho à noite (não com a impressão de estar sendo sequestrada por comunistas) e fazer coisas que não deveria fazer. Queria fazê-las com outras pessoas. Pessoas reais. Pessoas que sabiam que havia algo de diferente em mim e não se importavam."

Suspense, mistério, romance, auto-descoberta e quem sabe algumas lágrimas (ou muitas), como aconteceu comigo, tem esperam nesse livro, que eu já indico para todos, e virou um dos favoritos do ano.

Resenha: "Um Acordo de Cavalheiros"

Título: Um Acordo de Cavalheiros
Autora: Lucy Vargas
Páginas: 350
Editora: Bertrand Brasil
Skoob

Sinopse: Um romance sensual e arrebatador repleto de intrigas, morte e desejo. 
Tristan Thorne, o Conde de Wintry, não é um homem para brincadeiras. Com uma vida de segredos, amado e odiado na sociedade, ele não é o parceiro ideal para uma dama. Dorothy Miller não sabe o que há por trás de suas motivações, apenas que ele é bastante intenso. Os jornais dizem que ele bebe demais, joga demais e ama escandalosamente. E até mata. Como uma dama determinada a ser dona do próprio destino como Dorothy Miller acaba em um acordo com um homem como Lorde Wintry? Você teria coragem de guardar um segredo com o maior terror dos salões londrinos? Lembre-se: Nunca faça acordos com ele, pois o conde sempre volta para cobrar.

Por Beatriz Guimarães

Uma coisa que eu adoro nos livros da Lucy é que a sinopse sempre esconde detalhes do livro que vai te pegar de surpresa durante a leitura. Um Acordo de Cavalheiros vai conta a história de Dorothy Miller, depois de uma decepção amorosa decidiu que casamento só se ela quiser, mesmo com a pressão da família.

"-Você gostou de se envolver comigo, eu sei, não negue. Só que é sexualmente reprimida demais para admitir. Mesmo que fôssemos casados, você negaria, porque lhe ensinaram que não é certo. Não é culpa sua, também sei disso. Criaram as damas assim."

Um dia ela acorda na cama de um libertino parcialmente vestida, esse homem é ninguém mais ninguém menos que Tristan Thorne, o Conde de Wintry. Depois dessa aventura Tristan propõe uma proposta para que eles mantenham esses encontros às escondidas da sociedade. Dorothy aceita, mas esses encontros vão mostrar que Tristan vai muito além de um simples libertino, que também esconde muitos segredos, no meio disso tudo sentimentos começam a surgir.


"- Eu proporia um acordo, mas lembrei que já temos um. Pensei em uma troca, mas como temos um acordo, qual seria o sentido, não é? - dizia, com puro sarcasmo.
- Você é baixo, muito baixo.
- Na verdade, sou um homem alto, bem acima da média."

Só digo que passei a noite lendo esse livro e nem senti. A história é incrível, e os personagens mais ainda, Dorothy e Tristan são perfeitos. Dorothy é uma mulher muito a frente do seu tempo, que não admite que mande em sua vida, em várias partes do livro isso é mostrado, mesmo quando seu futuro depende de um casamento, ela não aceita. E Tristan aceita Dorothy como ela é, não tenta mudá-la, além de incentivar que ela seja livre. Queria falar muito mais dele, mas sinto que vocês tem que descobrir sozinhas para se apaixonarem também.

"Ela queria que ele a tragasse, que a consumisse com tanta dedicação que ela seria infectada. Não haveria como sair daquela relação sem levar uma parte dele. Mesmo que ela achasse que ele não levaria o que ela deixasse para trás. Porque pedaços seus certamente ficariam. Ninguém

A história, como já disse, tem muito a mostrar, com um suspense no ar e mistérios a serem revelados que cruzam as histórias dos dois personagens, então não vai achando que só tem esse romance lindo no livro. Leia e se surpreenda, pelo menos foi o que aconteceu comigo. O livro ainda trás discussões que estão em pauta até hoje, é só você mudar a época, que consegue encaixá-la perfeitamente.

Como fã da Lucy digo que esse foi um dos melhores, senão o melhor, livro dela, muito ansiosa para o próximo, não importa se é um romance de época ou contemporâneo, só quero ler.

Onde Comprar
Físico: Amazon / Saraiva 
E-book: Amazon / Saraiva


Resenha: "Corte de Névoa e Fúria"

Título: Corte de Névoa Fúria
Autora: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Páginas: 658
Série: Corte de Espinhos e Rosas
Skoob

Sinopse: O aguardado segundo volume da saga iniciada em Corte de espinhos e rosas, da mesma autora da série Trono de vidro Nessa continuação, a jovem humana que morreu nas garras de Amarantha, Feyre, assume seu lugar como Quebradora da Maldição e dona dos poderes de sete Grão-Feéricos. Seu coração, no entanto, permanece humano. Incapaz de esquecer o que sofreu para libertar o povo de Tamlin e o pacto firmado com Rhys, senhor da Corte Noturna. Mas, mesmo assim, ela se esforça para reconstruir o lar que criou na Corte Primaveril. Então por que é ao lado de Rhys que se sente mais plena? Peça-chave num jogo que desconhece, Feyre deve aprender rapidamente do que é capaz. Pois um antigo mal, muito pior que Amarantha, se agita no horizonte e ameaça o mundo de humanos e feéricos.

Por Beatriz Guimarães

O livro terminou e eu ainda estou tentando entender como ele conseguiu ser tão maravilhoso. Nesse segundo volume Feyre está tentando se adaptar a essa nova pessoa que virou, e aos poderes que adquiriu. 

Com o casamento com Tamlim marcado e apesar de não se sentir tão feliz, as coisas parecem está perfeitas, mas o acordo com Rhysand, senhor da Corte Noturna, precisa ser cumprido e nesse tempo longe de Tamlim, e da Corte Primaveril, Feyre começa a ter uma visão diferente do que pode se tornar com todos esses poderes, e ainda vê em Rhys uma pessoa diferente do que todos falam.


Como um livro tão grande passou tão rápido? Eu comecei a ter com todos os pés atrás possíveis depois da minha experiência com o primeiro, e isso provavelmente elevou a leitura ao máximo. Comecei a ler o livro no ônibus, e quando eu cheguei ao meu ponto só queria continuar sentada lendo. Ele me pegou no primeiro capítulo, e depois disso eu não quis largar mais, até quando terminei eu não queria largar, de tão maravilhoso.

Feyre poderosíssima no livro, reclamei um pouco dela no primeiro livro, mas aqui ela mudou completamente. Ela não quer se sentir impotente novamente, como aconteceu com Amarantha, e luta para aprender tudo sobre os novos poderes com Rhys.

Falando em Rhys, que reviravolta enorme no livro em relação a ele, eu já tinha pego alguns spoilers sobre isso, mas não esperava as coisas acontecem de uma forma até natural, quando eu vi já tinha acontecido. Se não leu o livro ainda, desculpa, mas não posso entrar em muitos detalhes.

Todas as cenas são muito bem escritas e ricas em detalhes, consegui recriar a Corte Noturna na minha cabeça sem problemas, ou imaginar as cenas de ação, lutas e batalhas com perfeição.

No primeiro livro Amarantha era a maior ameaça,  mas ela não estava sozinha, os que acreditam em seus ideais vão continuar essa luta.

Livro está incrível, se você ficou com a mesma impressão que eu sobre o primeiro, vai na fé que esse segundo não vai te decepcionar. Já você que leu  o segundo e adorou como eu, nos resta esperar esse continuação chegar ao Brasil.

Resenha: "24 horas para escolher viver"

Título: 24 Horas Para Escolher Viver
Autora: Aléxia Macêdo
Páginas: 43
Skoob

Sinopse: Há um ano, Catarina perdeu os seus pais e irmão em um acidente de carro, onde somente ela sobreviveu. Desde então ela tem pensado todos os dias em desistir de viver, até que novamente no dia 24 de dezembro ela sofre outro acidente e conhece um policial que está destinado a passar as próximas 24 horas convencendo-a a escolher viver.

Por Beatriz Guimarães

"- Você nem me conhece! Sabe qual meu sobrenome, quantos anos eu tenho e o que eu estudo não significa nada. E essa é a ponta do meu iceberg. E ou você me deixa simplesmente afundar nele ou você vai acabar afundando junto, assim como todo mundo que tentam me ajudar.
- Me permita escolher - ele me olha atenciosamente. - Eu entendo você.
Aquela última frase me fez perguntar como? Como você pode entender? Ninguém entende. Não tem como entender."

Depois de perder a família em um acidente de carro, Catarina também perdeu a vontade de viver, vai levando a vida no modo automático, até que tudo se torna insuportável para seguir em frente, e ela decide tirar a própria vida. Mas em um conjunto de acontecimentos Catarina conhece André, e ele pede uma oportunidade para fazê-la mudar de ideia.


A história nos mostra como é difícil superar uma depressão sem que ninguém estenda a mão como uma forma de ajuda, mostrando para a pessoa que ela não está sozinha. André foi essa pessoa para Catarina, no meio de uma decisão, que na mente dela, estava certa, ele mostra que a vida dela ainda é muito preciosa, por mais que em um primeiro momento não pareça.

De uma forma doce e simples a história é contada em poucas páginas, nos fazendo entender a situação de Catarina e torcer para que tudo de certo, e André possa ajudá-la. André é claro é uma fofura, deveria ter mais pessoas como ele no mundo.

Não leio muitos contos porque, quando ele é muito bom, sempre acho que a história poderia ser um livro, esse não foi diferente. Apesar da história está completa, eu tenho aquela sensação de quero mais, seria legal ter uma pouco mais.

"Era como se esse toque, esses sentimentos e essas sensações transformassem tudo e me fizessem mudar o meu conceito sobre muitas coisas. Inclusive sobre a via. Sobre o que realmente valeria a pena."

Eu já queria ler alguma coisa da Alêxia, ela já tem algumas coisas no Wattpad, mas prefiro quando já está disponível na amazon, e com esse conto surgiu a oportunidade. História bem escrita, que passa muito bem aquilo que quer. Agora é esperar que mais livros apareçam.

Onde Comprar
E-book: Amazon

[LANÇAMENTO] Atraente & Perigosa – Duologia Trust – livro dois – Mary Oliveira

A autora Mary Oliveira divulgou hoje em suas redes sociais o lançamento do livro dois da duologia Trust, Atraente & Perigosa é a esperada sequência e também a finalização de Intenso & Misterioso, uma duologia de romances sensuais e adultos de tirar o fôlego.


SINOPSENo segundo volume da duologia Trust, Aaron se vê em meio a um inferno maior do que jamais poderia imaginar. Achar que seu único problema era reconquistar a mulher pela qual estava louco e queria, mais que tudo, ao seu lado, fora seu pior erro.
Após a morte de seu pai e a leitura do testamento, ele percebeu que o martírio carregado por todos os Andrade, mesmo depois de tudo, também respingaria em si mesmo. Pois defender sua mãe e irmã não será mais tão fácil quanto fora anteriormente.
Um traficante ameaçador e um engano perigosamente fatal. Uma mulher e um amor que o ódio não pode tolerar.
Aaron será capaz de proteger a quem ama? Ou esta, a partir de agora, será uma realidade irreal e inalcançável?

Intenso & Misterioso: Amazon
Atraente & Perigosa: Amazon


Resenha: "Intenso & Misterioso"

Título: Intenso & Misterioso
Autora: Mary Oliveira
Páginas: 758
Duologia: Trust

Sinopse: Tudo que Dolores Dias queria era ter um relacionamento casual e descomplicado. Após ceder aos seus desejos, ela se vê em meio a um fogo cruzado... O que era para ser algo simples, havia se tornado perigoso. 
Aaron é um homem misterioso e ela pretende desvendar cada mistério que o envolve, por esse motivo não cede quando o passado ressurge para perturbá-lo. Ciente de que deveria manter-se longe, Dolores decide ignorar a razão, resolve ficar e ajudá-lo — mesmo que o motivo para tal decisão seja uma incógnita. 
Em meio às descobertas, percebe que sua vida estava ligada ao passado de Aaron antes mesmo de conhecê-lo e seu futuro, por mais que não saiba, será afetado por ele.

Por Beatriz Guimarães

Lola perdeu o pai muito cedo, e não tem uma boa convivência com a mãe, a única pessoa em quem se apoia e tem um enorme carinho é seu avó João, que agora vive em um asilo. 

Lola começou a se envolver com Aaron, um colega de trabalho, o que começou com uma simples troca de mensagens, acaba virando algo além, mas Aaron tem um passado que por mais que Lola tente se distanciar, no final ela acaba tão envolvida que torna impossível sair.


Depois de ler a Duologia "Blame" da autora minhas expectativas estavam altíssimas para esse livro, assim que recebi, comecei a ler ele. No início ele pareceu um romance sem muitos problemas, mas eu imaginava que muita coisas ainda poderia acontecer no livro, e não me enganei. 

Como no outro, a autora cria uma teia de acontecimentos que quando você vê, você quer chegar ao final e saber aonde isso tudo vai dar, é tanta treta que você fica imaginando como a Lola vai conseguir se virar no meio disso tudo.

A escrita da autora já tinha me pegado nos livros anteriores, ela consegui nos envolver e explicar muito bem os acontecimentos sem deixar ninguém perdido, o que extremante importante no meio de tantos mistérios.

Personagens muito bem escritos, Lola e Aaron com aquela química desde o início, no primeiro capítulo você já gosta deles, o os outros também não ficam para trás, o personagem secundário que eu mais gostei foi o João, que vovô legal.

A minha crítica aos livros anteriores era sobre as capas e o título, dessa vez está tudo perfeito, a capa se encaixa muito bem, junto com o título, que nos faz imaginar o que esse homem "Intenso e Misterioso" esconde.

Romance e mistério na medida certa, e é claro que a autora novamente foi malvada e me deixou querendo mais, só que agora eu não tem o segundo e estou desesperada para saber como tudo vai terminar.

Onde Comprar
E-book: Amazon


© Just Breathe - Todos os direitos reservados.
Criado por: Beatriz e Thayná.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo